Quem gosta de trabalhar com as mãos também se sente desconfortável pelo fato de seu trabalho ser desvalorizado. Quantas vezes muitos já tiveram vergonha de dizer que sua profissão é a de artesão? Talvez, o mesmo número de vezes que o artesanato foi visto como “hobby de dona de casa” que, entre cuidar dos filhos e do lar, aproveita para ganhar um dinheiro extra enquanto o marido trabalha fora.
Quantas vezes um artesão já deve ter se sentido inferior a alguém por não ter um emprego fixo e uma colocação na sociedade? Seja qual for o ofício, sempre será mais considerado ter uma profissão do que viver do artesanato.
A importância de compreender este ofício é compreender a dinâmica da cultura, especialmente a complexidade e beleza da cultura hamdmade.
O artesanato existe desde o início da história da humanidade
Já no período Neolítico, se poliam pedras, faziam cerâmica e descobriram que podiam tecer com fibras animais e vegetais. Ou seja, o artesanato foi a base para tudo o que temos hoje. Foi o começo de tudo. Por exemplo, a moda originou-se do artesanato antigo. Então, não podemos desvalorizar algo que já foi tão importante na nossa história. Ao longo dos anos, ocorreram várias mudanças drásticas na sociedade que levaram ao declínio do artesanato, principalmente com o início da mecanização industrial, o que fez com que os artesãos como “aqueles que fabricam cultura popular”, que em si ainda é uma grande conquista.
Sendo assim, concluímos que o artesanato atual está próximo das tradições e culturas típicas de certas comunidades, cidades e até países. Portanto, a desvalorização do artesanato é mais acentuada ainda do que aqueles que o fazem. Isso é menosprezo para quem somos e para nossas raízes.
A arte handmade e todos os seus atributos
Cada item é uma criação de amor e habilidade. O artesão usa todos os seus recursos para criar um belo projeto e celebrar seu talento. Eles imaginaram cada obra do início ao fim.
Os produtos criados à mão são feitos com a mais alta qualidade porque o artesão entende o valor de cada peça. O trabalho artesanal é feito para durar e não estará disponível até a próxima estação ou até que a garantia se esgote.
Não há uma fábrica ou indústria por trás do handmade. Geralmente os produtos são produzidos e vendidos em uma região ou cidade natal. Eles passam por menos mãos do que as grandes empresas, reduzindo o número de atravessadores e, consequentemente, oferecendo preços mais atrativos.
Artesãos têm um cuidado especial com a qualidade dos materiais que utilizam, sempre em busca de embalagens recicláveis, fornecedores ecológicos ou produtores locais. Afinal, quanto melhores forem os materiais, melhor será o produto final.
Ao comprar um item feito à mão, você está apoiando a economia local e uma pessoa real. Cada item comercializado faz uma grande diferença. Você está apoiando uma criança que poderá ir à escola ou ter uma refeição em sua mesa e não uma grande marca corporativa.
Você pode tornar uma arte handmade exclusivamente sua. Uma peça personalizada cria um sentimento de orgulho por ser única. Todo artesão quer ver um cliente feliz. Ajudando a criar seu próprio item sob medida, eles alcançam essa felicidade.
A Metallica Acessórios se solidariza com todos os artesãos e valoriza, acima de tudo, o talento, a coragem e a perseverança em seguir na batalha para poder nos proporcionar arte, beleza e harmonia. Muito obrigado, grandes artistas!

Deixe uma resposta